Cursos Antigos


LIG - Licenciatura em Informática de Gestão


Entre os anos lectivos 1990/1991 e 2006/2007 a LIG - Licenciatura em Informática de Gestão - foi a principal componente da formação de profissionais em TSI na UMinho.

Aquando da adaptação (adequação) ao modelo de ensino superior instituído em 2006 (Processo de Bolonha) a LIG deu origem a 2 cursos:

    • Licenciatura em Tecnologias e Sistemas de Informação (LTSI)

    • Mestrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação (MEGSI).

Ao longo dos 16 anos em que a LIG funcionou foram formados mais de 800 licenciados em Informática de Gestão.



LTSI - Licenciatura em Tecnologias e Sistemas de Informação

A LTSI foi oferecida entre os anos lectivos 2007/2008 a 2011/2012.

Esta licenciatura resultou da adequação ao modelo de ensino superior instituído em 2006 (Processo de Bolonha) da Licenciatura em Informática de Gestão (LIG), licenciatura de 5 anos oferecida na UMinho entre os anos lectivos 1990/1991 a 2006/2007.

A LTSI foi descontinuada a partir do ano lectivo 2012/2013, sendo substituída pelo MIEGSI - Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação.

A designação Licenciado em Tecnologias e Sistemas de Informação continuará a ser usada, nos termos da regulamentação em vigor (número 3 do artigo 19º do Decreto-Lei 1007/2008 de 25 de junho que regulamenta os graus académicos e diplomas do ensino superior), para designar o grau académico a atribuir aos estudantes do MIEGSI que, tendo concluído os 3 primeiros anos do curso, não pretendem obter o grau de mestre.


As razões para a substituição da LTSI pelo MIEGSI

  • Os atos de profissão de EGSI (ver MIEGSI) exigem um nível de capacidades típicas da formação de 2º ciclo, no que diz respeito a: compreensão da tecnologia; compreensão do domínio onde a tecnologia é aplicada; aplicação de conhecimento técnico-científico; sentido crítico e de julgamento; comunicação científica e técnica;



  • Entende-se ser importante que a formação na vertente de informática seja devidamente articulada com a vertente de formação que proporciona a adequada compreensão do contexto da utilização das TI; só é possível concretizar esta segunda vertente de formação em fase mais avançada do curso (4º ano, ou seja, já no primeiro ano de um curso de mestrado);


  • As competências EGSI que é possível desenvolver num primeiro ciclo de 3 anos correspondem a um perfil indiferenciado; a entrada no mercado de trabalho nesta altura cria obstáculos ao desenvolvimento de perfis profissionais com mais potencial de impacto nas organizações.



MCI - Mestrado em Ciência da Informação

O MCI visou proporcionar uma formação de nível pós-profissionalizante em Ciência da Informação através de um aprofundamento teórico sustentado em projectos de investigação teórico-prática.

Ciência da informação corresponde a um enquadramento científico para o estudo da informação e para as atividades profissionais com ela relacionadas. Procura dar resposta a interrogações e problemas que a informação tem vindo a levantar. A ciência da informação relaciona-se com áreas muito diferentes e até há algum tempo vistas como perfeitamente independentes tais como: ciências documentais (arquivística, biblioteconomia), comunicação social, tecnologias e sistemas de informação (TSI).

Aquando da adaptação (adequação) ao modelo de ensino superior instituído em 2006 (Processo de Bolonha), o MCI foi alvo de alterações que visaram dar mais coerência à oferta educativa em TSI na UMinho. Desta adequação resultou o Mestrado em Serviços de Informação (MServInf).

O MCI teve uma única edição, iniciada no ano lectivo 2006/2007.



MServInf - Mestrado em Serviços de Informação

O MServInf tinha como objectivo a formação de profissionais capazes de liderar processos de inovação associados a serviços, nas organizações e na sociedade, através da incorporação de TI em produtos e serviços de informação inovadores. O MServInf resultou da adequação ao modelo de ensino superior instituído em 2006 (Processo de Bolonha) do Mestrado em Ciência da Informação (MCI). O MServInf teve a sua primeira edição em 2009/2010. Depois de 3 edições, o MServInf foi objeto de uma restruturação que envolveu ajustes nos seus objetivos, plano de estudos e designação.

Assim, a partir do ano lectivo 2015/2016 o MServInf foi substituído pelo Mestrado em Empreendedorismo em Tecnologias e Serviços de Informação (METSI).