TSI

Tecnologias e Sistemas de Informação

Tecnologias e Sistemas de Informação (TSI) é a designação que tem vindo a ser usada no Departamento de Sistemas de Informação (DSI) para referir uma área científica que abrange um vasto corpo de conhecimento relacionado com as tecnologias da informação (TI) nas organizações e noutros contextos de atividade humana.

Este corpo de conhecimento é particularmente relevante para um conjunto de profissionais cujo trabalho está precisamente relacionado com as TI nas organizações. Tais profissionais poderão ser designados por engenheiros e gestores de sistemas de informação (EGSI), designação integrada no nome do MIEGSI - Mestrado Integrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação (e também anteriormente no MEGSI - Mestrado em Engenharia e Gestão de Sistemas de Informação).

A designação TSI foi usada no nome da LTSI - Licenciatura em Tecnologias e Sistemas de Informação. E também no PDTSI - Programa Doutoral em Tecnologias e Sistemas de Informação. Nestes casos, a designação dos ciclos de estudos remete para a área científica e não para os perfis profissionais que lhe estão associados.

A designação TSI não é universalmente utilizada. Apenas Sistemas de Informação ou Sistemas de Informação de Gestão (em Inglês, respectivamente Information Systems e Management Information Systems) são designações talvez até mais comuns. Outras designações menos comuns, ainda em Inglês, incluem: Computer Information System, Business Informatics; Business Computing; Business Information Systems; Business Information Technology.
Sistemas de Informação é também a designação usada pela principal associação científica da área - a AIS - Association for Information Systems.


A opção por TSI (IST - Information Systems and Technologies em Inglês) tem a ver com uma proposta, bem justificada, apresentada há já algum tempo: Bacon, J. and B. Fitzgerald, The Field of IST: a Name, a Framework, and a Central Focus, Research Report 1996 e Bacon, J. and B. Fitzgerald, A Systemic Framework for the Field of Information Systems, The DATA BASE for Advances in Information Systems - Spring 2001 (Vol. 32, No. 2).
Por outro lado, a referência à gestão (management) é limitativa na medida em que a utilização das TI nas organizações vai para além das atividades de gestão.
Finalmente, a designação TSI inclui o termo tecnologias, algo que será adequado se atendermos a que o DSI se enquadra na Escola de Engenharia da UMinho.

No nome do departamento - DSI - e também no nome do Mestrado em Sistemas de Informação - MSI - é utilizada apenas a designação Sistemas de Informação. Compreende-se esta utilização se atendermos a que a criação destas designações ocorreu antes da adopção da designação TSI.

Na UMinho, anteriormente à adoção de designações que incluem o termo Sistema de Informação, os interesses académicos relacionados com as TI nas organizações eram apresentados como Informática de Gestão. Veja-se por exemplo a designação usada na LIG - Licenciatura em Informática de Gestão. Designação também usada até 1999 por um grupo do Departamento de Informática que viria a originar o DSI.
Informática de Gestão foi uma designação muito usada em Portugal (aliás ainda usada em nomes de cursos superiores em cerca de uma dezena de instituições de ensino superior) por influência Francesa (Informatique de Gestion) que nos anos 1960 e 1970 era predominante nos meios profissionais relacionados com as TI nas organizações. Informática de Gestão especializava assim a designação informática (também de origem Francesa e resultante de uma combinação das palavras informação e automática) para a utilização destas tecnologias no suporte à gestão das empresas. A versão norte-americana do interesse académico pela utilização dos computadores nas empresas, iniciado em meados da década de 1960 na Universidade de Minnesota, Minnesota, EUA, por Gordon Davis e colegas, chegaria a Portugal um pouco mais tarde.


Nos parágrafos anteriores foi discutida a utilização da designação sistemas de informação para referir uma área científica do conhecimento. No entanto, a designação sistemas de informação é também usada para referir alguns dos objectos de interesse dessa área científica, nomeadamente:
  1. as aplicações das tecnologias da informação ou aplicações informáticas, ou seja, artefactos baseados em computador criados para apoiar quaisquer atividades humanas;
  2. uma ideia abstracta, resultante da conceptualização de algo ativo que essencialmente processa informação; esta abstracção pode ser aplicada quer a organizações (ou outras entidades que correspondem a concretizações de atividades humanas) quer às já referidas aplicações informáticas; o recurso a esta abstracção constitui-se como um importante meio de suporte aos raciocínios efectuados pelos profissionais de TSI nos seus atos de profissão.

A designação engenharia e gestão de sistemas de informação (EGSI), utilizada no MIEGSI (e anteriormente no MEGSI), procura tirar partido da ambiguidade resultante dos vários significados que a designação sistemas de informação tem. Mas a sua utilização pretende enfatizar o carácter de formação especializada, assocociada às profissões TSI, subjacente àqueles ciclos de estudos.
Note-se que o perfil de formação profissional EGSI é um de vários perfis existentes na área da computação. Uma pareceria de 3 associações profissionais e científicas - ACM, IEEE e AIS - têm vindo a colaborar na elaboração de recomendações curriculares nas áreas relacionadas com a computação. O perfil EGSI corresponde ao perfil information systems considerado nessas recomendações.


Comments